Preenchimento obrigatório do código de área de origem ou destino da carga

Comunicamos aos usuários do SDP que a partir deste mês se tornou obrigatório o informe das áreas operacionais de origem ou destino das cargas de navegação de cabotagem e longo curso, operações de movimentação de cargas e transbordo, de acordo com o sentido da movimentação.

Os campos de área de origem ou destino da carga no arquivo XML de Porto deverão ser preenchidos com o código (4 dígitos numéricos) equivalente da área operacional, segundo a última versão da Tabela de Códigos de Áreas de Origem ou Destino dos Portos Organizados.

Em breve estará disponível para consulta, em ferramenta direta ao banco de dados, os códigos e nomes das áreas operacionais dos portos e instalações portuárias cadastradas na Antaq, na página do Desempenho Portuário, opção Dados Auxiliares:

http://web.antaq.gov.br/portalv3/sdpv2servicosonline/ConsultarPorto.aspx

Caso tenha ocorrido embarque/desembarque direto, ou seja, a carga em questão tenha acessado o porto direto para o navio ou tenha sido desembarcada direto para fora do porto, portanto sem armazenagem prévia ou posterior em áreas do porto, o código da área a ser preenchido deverá ser o número “9999”.

Para os terminais de uso privado (TUPs) e estações de transbordo de cargas (ETCs), o código de área de origem ou destino da carga deverá ser preenchido com o número “0001”, se embarque/desembarque com armazenagem prévia/posterior em área da instalação portuária, ou com o número “9999”, se embarque/desembarque direto.