Instituições apresentam projetos de sustentabilidade no 1º Encontro da Navegação Sustentável na Amazônia

Marijara Serique palestrou sobre o Peat. Fotos: ASC/ANTAQ.

Sest/Senat apresentou o projeto Prancha de Stand up Paddle de Garrafa Pet

Representantes do Sest/Senat, da Companhia Docas do Pará (CDP), da Fundação Esperança, da Cargill e da Bertollini apresentaram suas ações sociais em benefício do meio ambiente durante o 1º Encontro da Navegação Sustentável na Amazônia, que aconteceu em Santarém (PA), nesta quinta-feira (27).

Odenildo Brito, representante do Sest/Senat, apresentou o projeto Prancha de Stand up Paddle de Garrafa Pet. “O projeto visa unir a prática de esporte com a consciência ambiental”, afirmou Brito, destacando a preservação do meio ambiente vem com educação. “A educação é a base para que os cidadãos tenham consciência ambiental”.

Marjara Serique, da Fundação Esperança, apresentou o Projeto de Educação Ambiental para Todos, que oferece ações de sensibilização junto aos passageiros e tripulação de embarcações fluviais visando estimular a prática da coleta seletiva e, consequentemente, a melhoria da qualidade de vida da população, entre outras atividades.

Prancha feita de garrafas pet.

Bloco IV

O encontro se encerrou com o Bloco IV, que teve como moderador o gerente de Meio Ambiente e Sustentabilidade da ANTAQ, Marcos Maia Porto. Participaram desse painel a coordenadora de Produção Associada ao Turismo do Ministério do Turismo, Anna de Oliveira Leal, que abordou o tema “Turismo Sustentável”; o técnico em Gestão Pública da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará, Reinaldo Carvalho, que falou sobre o projeto “Rios da Amazônia Livres do Lixo”; e o secretário-adjunto da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), Reinaldo Magalhães, que detalhou o Projeto Orla Brasil.