Diretor da ANTAQ participa da solenidade de inauguração do berço 108 do Porto do Itaqui

Na oportunidade, também foi apresentado o novo sistema de combate a incêndio do porto
Na ocasião, Mendes(E) destacou a importância da obra para o porto e para o país. Fotos: Divulgação/Emap.

O diretor-geral substituto da Agência Nacional dos Transportes Aquaviários – ANTAQ, Francisval Mendes, participou ontem (27) da inauguração do berço 108 do Porto do Itaqui, no Maranhão. Na oportunidade, o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), que administra o porto, Ted Lago, também apresentou o novo sistema de combate a incêndio do Porto. O governador do Maranhão, Flávio Dino, e o vice-governador, Carlos Brandão, prestigiaram o evento acompanhados de diversas autoridades.

Na ocasião, Francisval Mendes, destacou a importância da obra para o porto e para o país. Ele lembrou que, no ano passado, Itaqui movimentou perto de cinco milhões de toneladas em granéis líquidos, o que representou quase 26% de toda carga movimentada no porto, conforme o Relatório Estatístico Aquaviário, produzido pela ANTAQ.

Na opinião do dirigente é bastante satisfatório participar da entrega de uma obra emblemática como a do berço 108 e ter a oportunidade de conhecer o novo sistema de combate a incêndio. “Agora, com o novo berço, essa movimentação quase que duplicará e, mais importante, com a segurança e a proteção reforçadas para os que trabalham aqui”.

Além disso, o diretor destacou que a movimentação de graneis líquidos do Porto do Itaqui, segundo estimativas, “deve aumentar em cerca de 40% com a entrada em operação do berço 108, somando mais 4 milhões de toneladas à capacidade atual deste tipo de carga”.

Mendes acrescentou ainda que “a ANTAQ trabalhará, cada vez mais, para dotar o setor da segurança jurídica que necessita para receber os investimentos e continuar crescendo”. 

O EMPREENDIMENTO

O berço 108 é dedicado à movimentação de granéis líquidos (combustíveis). Já o novo sistema de combate a incêndio incluiu a instalação de alarmes, hidrantes, canhões de água e bombas de alta capacidade, entre outros equipamentos, atingindo toda a área de cais, do berço 100 até o 108.

MOVIMENTAÇÃO

Segundo o Relatório Estatístico Aquaviário da ANTAQ, o Porto organizado do Itaqui movimentou 19,113 milhões de toneladas de cargas em 2017. Desse total, foram movimentados 12,676 milhões de toneladas de granéis sólidos, representando 66,3% da movimentação total do porto, e 4,929 milhões de toneladas de granéis líquidos e gasosos (25,8% do total). O restante da movimentação foi de carga geral, que representou 7,9% do total.